Obesidade e Suas Causas

 

Muito se fala na mídia sobre a obesidade ser uma doença, que está afetando milhares de pessoas ao redor do mundo e que precisa ser controlada, mas você sabe o que é obesidade e suas causas?

 

 

A obesidade é quando ocorre um acúmulo de gordura no corpo, geralmente causado por um consumo exagerado de calorias, sem que ocorra o gasto relativo a esse consumo.

E como um cálculo de matemática básico, tudo que se ingeriu em excesso passa a se acumular, e quando esse processo se repete diariamente ao longo dos anos, a tendência é que a pessoa ganhe peso e com o passar do tempo se torne um indivíduo obeso.

Obesidade Infantil

A obesidade é uma doença que não só tem acometido adultos, ao contrário! A tecnologia tem favorecido que as crianças mudem sua forma de brincar, ficando cada vez mais tempo se divertindo com jogos eletrônicos e sedentárias.

O hábito de não praticar atividades físicas ou brincar na rua, somado aos hábitos alimentares ruins, tem feito com que o numero de crianças obesas aumente ano a ano.

De acordo com o IBGE, atualmente no Brasil uma em cada três crianças está acima do peso recomendado.

Quais as Causas da Obesidade?

Muitos fatores estão associados a forma como nos alimentamos, entre eles os principais são: fatores ambientais, estilo de vida e fatores emocionais.

E duas questões estão intimamente associadas a causa de obesidade em adultos, são elas:

 

  • Sedentarismo

Facilmente uma pessoa sedentária come muito mais calorias do que irá gastar ao longo do dia, porque a falta de movimentação faz com que essa pessoa não necessite de tantas calorias para sobreviver durante um dia.

  • Hábitos alimentares

Comprar comida pronta, consumir produtos congelados, alimentos refinados e refrigerantes não são hábitos saudáveis, mas acabam sendo práticos, facilitando o cotidiano corrido.

E essa é a desculpa da maioria das pessoas para continuar com esses hábitos ruins que fazem com que elas consumam muito sódio, açúcar e gordura, que somados diariamente resultam em um indivíduo obeso e com sérias complicações de saúde.

Obesidade e Fatores de Risco

Alguns fatores são considerados de risco para a obesidade, isso quer dizer que pessoas com esses fatores possuem maior probabilidade de desenvolver a doença, são eles:

  • Fatores Genéticos

A genética pode influenciar diretamente na quantidade de gordura corporal que você armazena, bem como na eficiência do seu metabolismo de queimar a gordura estocada quando você pratica exercícios.

  • Estilo de Vida Familiar

Quando se está inserido em uma família onde ninguém se exercita ou se alimenta adequadamente, é mais difícil que se note o aumento de peso e procure mudar os hábitos, o que contribui para que todos os membros da família sejam obesos.

  • Problemas Médicos

Alguns problemas de saúde podem fazer com que a pessoa ganhe peso, bem como alguns medicamentos causam alterações no apetite.

  • Idade

Mudanças hormonais que influenciam no metabolismo, somados a inatividade podem ocasionar um quadro de obesidade.

  • Gravidez

Durante a gravidez é normal ganhar peso, o problema é quando a mulher já se encontra com peso excessivo, e não consegue eliminar o peso que foi adquirido durante a gravidez. Contribuindo para um quadro de obesidade.

  • Deixar de Fumar

Devido à ausência da nicotina, algumas pessoas tendem a procurar prazer na alimentação, passando a ingerir mais calorias que o necessário.

No entanto, parar de fumar é uma decisão inteligente e que deve ser tomada pensando na melhoria do quadro geral de saúde.

  • Problemas Para Dormir

O sono atua como regulador do organismo, inclusive com relação a questões hormonais.

Ao não dormir a quantidade de horas corretas por noite, que são entre 6 e 8 horas por noite para um adulto saudável, o corpo tende a ter as questões hormonais desreguladas, e uma das desregulações é o apetite, que pode aumentar ou diminuir, variando de pessoa para pessoa.

Obesidade e suas Consequências

A obesidade não causa necessariamente sintomas, mas o adulto obeso percebe-se mais cansado que seus colegas não obesos, tende a apresentar suor excessivo, dores nas pernas e nas costas e tem seus movimentos limitados em decorrência de seu tamanho físico.

Além disso, outras doenças podem se desenvolver em decorrência da obesidade, entre elas estão diabetes tipo 2, doenças do coração, pressão alta, artrite, apneia do sono e derrame.

Todos esses fatores contribuem para que a vida de uma pessoa obesa seja bastante limitada, o que inclusive dificulta seu tratamento, uma vez que com o excesso de peso não são todos os exercícios físicos que podem ser executados para a perda do peso.

Obesidade tem Cura?

A obesidade é uma doença grave e que necessita de tratamento e acompanhamento de especialistas.

É extremamente importante que o paciente obeso procure um endocrinologista ou até mesmo um clínico geral que possa avaliar seu quadro de saúde, e a partir dessa avaliação possam ser tomadas medidas para o tratamento da obesidade.

Após a avaliação do quadro de saúde, será prescrito uma atividade física que auxilie a queimar mais calorias diariamente, de modo que a gordura acumulada no corpo possa ser efetivamente gasta.

Além disso, a principal forma de tratar a obesidade é mudando os hábitos alimentares, e passando a consumir mais produtos naturais e eliminando de sua vida produtos ricos em sódio e açúcares.

Para emagrecer de forma eficaz você pode contar com o processo de coaching, onde seu emagrecimento será planejado de maneira saudável e acompanhado, visando estudar o que está contribuindo para que você não perca peso e como lidar com essas questões.

Assim, de forma simples e saudável você conseguirá eliminar os quilos extras e conquistar uma vida mais saudável e feliz.